[GER-QU] 8.1 – Apostila

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

 

Os elementos químicos possuem propriedades que são específicas de cada um. No entanto existem semelhanças entre grupos de elementos, e isto levou vários cientistas no decorrer dos tempos a pensar em maneiras, de organizar estes elementos em tabelas que refletem tais semelhanças.

A primeira classificação com grande utilidade surgiu em 1869 através de Dmitri Mendeleiev (químico nascido na Sibéria). Um dos grandes méritos desta classificação era de permitir a previsão de propriedades de elementos desconhecido na época.

 

1) A Tabela Periódica Atual:

A tabela periódica organizada por Mendeleiev dispunha os elementos em ordem crescente de massa atômica formando grupos que se assemelhavam nas propriedades químicas. A tabela atual é formada pelos elementos químicos em ordem crescente de número atômico, organizados em gru­pos e períodos conforme o trabalho do inglês Moseley.

 

a) Períodos

São as linhas horizontais da tabela. Eles vão de 1 a 7 e indi­cam o número de camadas eletrônicas de cada elemento.

Exemplo:

O Sódio (Na), o alumínio (Al) e o Cloro (Cl) estão no 3º período pois têm 3 camadas eletrônicas.

Na (2,8,1)

Al (2,8,3)

Cl (2,8,7)

 

b) Grupos ou Famílias

São as linhas verticais da tabela. Grupos são denominadas: A, B, 0.

⇒ Grupo A (Elementos representativos):

O grupo A se divide em sete: 1A, 2A, 4A, 5A, 6A, 7A.

Os elementos desse grupo se caracterizam por apresentarem configurações eletrônica terminada em “s” ou “p”, possuem o número de elétrons na última camada igual ao número do grupo.

Exemplo:

O Bromo (Br) tem configuração: 1s2 2s2….4s2 3d10 4p5

Termina em “p”: Grupo A possui 7 elétrons na última cama­da: 7A.

 

Grupo B (elementos de transição):

O grupo B se divide em oito: 1B, 2B, ….. 8B. O número de elétrons na última camada não indica o número do grupo para todos os elementos, mas todos terminam a configura­ção eletrônica subnível “d” e são chamados de elementos de transição interna.

Exemplo:

Cromo (Z = 24) 1s2  2s2  2p6  3s2  4s2  3d4

Note que a última camada (4ª) possui 2 elétrons, no entanto o elemento se encontra no 6B e não no 2B.

 

⇒ Grupo 0 (Gases Nobres)

Este grupo reúne 6 elementos que formam os chamadas ga­ses nobres ou gases inertes, pois são elementos de baixa rea­tividade, isto é, não reagem facilmente com outros elementos (nem com eles mesmos) para formar outras substâncias.

“Os gases nobres com exceção do Hélio, possuem sempre 8 elétrons na última camada.”

Exemplos:

2He: 1s2

18Ar: 1s2  2s2  2p6  3s2  3p6

10Ne: 1s2  2s2  2p6

Nota: Ao observarmos a tabela periódica atual notamos que no 6º e 7º períodos existem dois espaços em branco. Estes espa­ços correspondem nos elementos de número atômico 57 a 71 e 89 a 103 que são colocados abaixo da tabela. Estes elementos possuem uma características diferente dos outros do grupo B, pois terminam a configuração no subnível “f” e são chamados de Transição externa.

 

C) Elementos metálicos, semi-metálicos e não-metálicos:

Alguns elementos são muito conhecidos por nós como metais, tais como Ferro, Alumínio, o Cobre, etc. Mas não são somente estes; a grande maioria dos elementos possui algumas propriedades que os classificam como metais. Um número bem menor são chamados de não-metais por pos­suírem propriedades bastante opostas.

Por fim, alguns elementos possuem certas propriedades intermediárias que os classificam como semi-metais. Em geral, ao observador uma tabela periódica, notamos os elementos semi-metais destacados dividindo a tabela.