[GER-LP] 2.1 – Apostila

FONÉTICA (CONTINUAÇÃO)

Divisão Silábica

Principais regras:

1. Encontros consonantais inseparáveis (formados geralmente por ℓ ou r).

Exemplos:

re – cla – mar
re – ple- to
pa – trão
mne – mô – ni co
pneu – má- ti – co
pseu – dô – ni – mo

Obs.: quando uma palavra começar por consoante não seguida de vogal, torna-se parte integrante da 1ª sílaba.

2. Encontros consonantais separáveis ocorrem no interior das palavras e, geralmente, são formados de duas consoantes.

Exemplos:

ad-ven-to
ob-tu-so
suc-ção
naf-ta
cons-tar
mag-nó-lia
abs-tra-to
rit-mo

Obs.: As palavras lindo, renda, samba não são enquadradas na regra 2, isto porque as letras m/n em final de sílaba, não representam fonemas, mas sim letras nasalizadoras.

3.Não se separam ditongos.

Exemplos:

ó-pio
pei-xe
fi-éis
coi-ta-do
mui-to
ca-pi-tães

Obs.: Muitos ditongos crescentes são classificados, também como hiatos, justificando, assim, a separação de alguns deles.

-ia, -ie, -io, -ua, -ue, -uo

his – tó – ri – a
his – tó – ria

pi – a – da
pia – da

4. Não se separam tritongos.

Exemplos:

U – ru – guai
sa – guão

5. Separam-se os hiatos.

Exemplos:

Sa – a – ra
vo – o
ra – i – nha

6. Dígrafos.

a) Separam-se os dígrafos rr/ss/sc/xc/sc.

Exemplos:

car-ro
as-sas-si-no
nas-ci-men-to
nas-ça
ex-ce-to

b) Não se separam os dígrafos lh/nh/ch/gu/qu.

Exemplos:

pa-lha
u-nha
cha-ve
guer-ra
quei-xa

7. Não se levam em conta os elementos mórficos das palavras (prefixos, radicais, etc.).

Exemplos:

tran-sa-tlân-ti-co
bi-sa-vô

Obs.: Somente o prefixo sub acompanhado de certas palavras não se separa.

Exemplos:

sub-ter-râ-neo
sub-ma-ri-no
su-bes-ti-mar