[GER-LP] 11.1 – Apostila

SUBSTANTIVOS II

1) Flexão do Substantivo

Considerando a flexão de número, o substantivo pode estar no singular e no plural.

Singular: quando designa um único ser (exemplo: noite) ou um conjunto de seres tomados como um todo (exemplo: turma).
Plural: quando indica mais de um ser (exemplo: noites) ou mais de um grupo de seres (exemplo: turmas).

 

2) Formação do Plural

A desinência “s” indica o plural. Conforme se poderá verificar nos exemplos abaixo, os substantivos flexionam-se de várias maneiras para indicar o plural.

Exemplos:

bênção: bênçãos
alazão: alazões
real (moeda): reais
pãozinho: pãezinhos
cônsul: cônsules
balãozinho: balõeszinhos
cais: os cais

 

3) Plural dos Substantivos Compostos

a) As duas palavras vão para o plural:

Com substantivo + substantivo

Exemplos:

tenente-coronel ⇒ tenentes-coronéis
carta-bilhete ⇒ cartas-bilhetes

Com substantivo + adjetivo

Exemplos:

amor-perfeito ⇒ amores-perfeitos
obra-prima ⇒ obras-primas

Com Adjetivo + Substantivo

Exemplos:

livre-pensador ⇒ livres-pensadores
gentil-homem ⇒ gentis-homens

Com numeral + Substantivo

Exemplos:

quinta-feira ⇒ quintas-feiras

 

b) Só a primeira palavra vai para o plural:

Quando as duas palavras são ligadas por preposição

Exemplos:

pé-de-moleque ⇒ pés-de-moleque
pão-de-ló ⇒ pães-de-ló

Quando a segunda palavra limita ou determina a primeira

Exemplos:

pombo-correio ⇒ pombos-correio
fruta-pão ⇒ frutas-pão

 

c) Só a segunda palavra vai para o plural:

Quando as palavras forem ligadas sem hífen

Exemplos:

passatempo ⇒ passatempos
girassol ⇒ girassóis

Quando for verbo + substantivo

Exemplos:

beija-flor ⇒ beija-flores
quebra-mar ⇒ quebra-mares

Com palavras repetidas

Exemplos:

tico-tico ⇒ tico-ticos
reco-reco ⇒ reco-recos

Quando a primeira palavra for invariável

Exemplos:

sempre-viva ⇒ sempre-vivas
auto-retrato ⇒ auto-retratos

 

d) As duas palavras ficam invariáveis:

Com verbo + advérbio

Exemplo:

o bota-fora ⇒ os bota-fora

Com verbo+substantivo no plural

Exemplo:

o saca-rolhas ⇒ os saca-rolhas

 

4) Graus do substantivo:

Grau é a propriedade que o substantivo tem de expressar as modificações de tamanho dos seres. Além do grau normal, o substantivo possui:

a) Grau Aumentativo:

Indica um aumento no tamanho normal dos seres. O aumentativo pode ser:

Aumentativo Analítico: Quando a ideia de aumento é dada pelo adjetivo “grande” ou por um sinônimo dele.

Exemplos:

casa ⇒ casa enorme (aumentativo analítico)
lago ⇒ lago grande (aumentativo analítico)

 

Aumentativo Sintético: A idéia de aumento é indicada por sufixos.

Exemplos:

casa ⇒ casarão (aumentativo sintético)
boca ⇒ bocarra (aumentativo sintético)

 

b) Grau Diminutivo:

Indica uma diminuição no tamanho normal dos seres. O diminutivo também pode ser:

Diminutivo Analítico: a ideia de diminuição é dada pela palavra “pequeno” ou por um sinônimo dela.

Exemplos:

casa ⇒ casa pequena (diminutivo analítico)
lago ⇒ lago pequeno (diminutivo analítico)

 

Diminutivo Sintético: formado com o auxílio de sufixos que indicam diminuição.

Exemplos:

casa ⇒ casinha (diminutivo sintético)
lago ⇒ laguinho (diminutivo sintético)