[GER-LP] 23.1 – Apostila

PERÍODO COMPOSTO (Continuação)

2) Orações subordinadas adjetivas:

Oração subordinada adjetiva é aquela que tem valor e a função dos adjetivos. A oração adjetiva sempre se refere a um nome da oração principal e sempre começa por um pronome relativo.

Pronomes Relativos
que – quem – o qual – cujo – onde – quanto

 

Exemplo:

 

a) Classificação das orações adjetivas

Quanto ao sentido, as orações subordinadas adjetivas classificam-se em:

⇒ Adjetivas restritivas: Tem por função restringir, limitar, tornar mais exata a significação do nome a que se referem. São, por esse motivo, indispensáveis ao sentido da frase. Na escrita, as subordinadas adjetivas restritivas não ficam isoladas por vírgulas.

Exemplos:

O soldado que vi na rua está naquele bar.
Onde está o livro que comprei ontem?

 

Adjetivas explicativas: Acrescentam ao nome uma qualidade acessória, esclarecem melhor sua significação, dão uma informação adicional de um ser que já se acha suficientemente definido.
Na escrita, as adjetivas explicativas são isoladas por vírgulas.

Exemplos:

Deus, que é nosso Pai, nos salvará.

oração subord. adjetiva explicativa

 

O homem, que é mortal, julga-se eterno.

oração subord. adjetiva explicativa