[GER-QU] 9.1 – Apostila

REAÇÕES QUÍMICAS

1) Fórmulas e equações químicas:

Uma substância pode ser formada por moléculas, átomos , neutros (gases nobres) ou por agregados iônicos. Quando escrevemos H2O estamos representando a substância água através da menor partícula que guarda as características da água. Um pequeno cristal de sal comum possui milhares de íons Na+Cl– agregados uns ao redor dos outros; mas a repre­sentação desta substância é NaCl mesmo que não existam moléculas livres, como no caso da água.

Fórmula: é a representação gráfica da menor partícula que guarda as características químicas da substância.

Agora vamos falar sobre equação química. Você já sabe o que é um fenômeno químico!

“É aquele fenômeno que altera a constituição íntima da matéria”.

Veja o exemplo abaixo:

⇒ Caso A:

Ao juntarmos álcool + água as moléculas destas substâncias ficam em contato, mas não se alteram.

⇒ Caso B:

Ao juntarmos hidrogênio + oxigênio e provocarmos uma faísca elétrica as moléculas destas substâncias vão se rearranjar, ocorrendo quebras e a formação de novas liga­ções originando novas moléculas.

Então podemos dizer:

No caso A houve uma mistura

No caso B uma reação química

 

Assim como a substância é representada graficamente por formulas, a reação química é representada graficamente por equações.

Equação Química: é a maneira gráfica de se representar uma reação química.

Assim a equação química correspondente ao exemplo anterior :

H2 + O2 → H2O

Neste caso o hidrogênio e oxigênio são chamados: Reagentes e a água é denominada Produto.

 

2) Balanceamento de equações químicas:

Observe o desenho abaixo referente à reação de formação da água.

Note que cada molécula de água possui apenas 1 átomo de oxigênio. Então, para onde foi o outro átomo? Nós não podemos esquecer que não se encontram átomos isolados, a não ser os gases nobres, por isso é errado escrever:

Está errado também escrever H2 + O → H2O pois nós “sumimos” com um átomo de oxigênio.

A maneira correta de se escrever esta equação é:

Os números colocados na frente das fórmulas são chamados coeficientes estequiométricos e são colocados de modo a ba­lancear a equação, pois o número de átomos de um elemento deve ser o mesmo nos reagentes e produtos.

O balanceamento de uma reação química é feito para que seja obedecida a Lei de Lavoisier ou lei da Conservação da Massa que será estudada na próxima aula.

 

 

3) Estudo das reações químicas:

Iremos agora estudar algumas espécies de reações químicas mais simples que ocorrem na pratica.

a) Reações de decomposição (ou análise)

É a reação na qual uma substância se divide (se decompõe) em duas ou mais substâncias diferentes.

AB → A + B

 

Exemplos:

Obs.: no exemplo b acima nota-se que o metal sódio (Na) parece ser um átomo isolado, o que não é possível como vimos em ligações químicas. Na verdade esta é uma maneira de se representar uma substância metálica, escrevendo-se apenas o símbolo do átomo, que no caso é a menor partícula], mas não quer dizer que o átomo esteja livre, mas sim ligado a muitos outros iguais a ele.

 

b) Reação de síntese

É a reação no qual duas ou mais substâncias reagem e for­mam uma substância.

A + B +C → ABC

 

Exemplos:

 

c) Reação de simples troca (ou deslocamento)

É a reação na qual uma substância simples reage com uma composta deslocando uma parte desta ultima.

A + BC → AC + B

 

Exemplos:

Observe que nos exemplos acima um metal sempre desloca o outro metal ou o hidrogênio. Se um não-metal for a substân­cia simples então ele desloca o não-metal.

Exemplo:

F2  +  2NaCl  → 2NaF  +  Cl2

 

 

d) Reação de dupla-troca

É a reação entre duas substâncias compostas onde há permu­tação entre os radicais.

AB + XY → AY + XB

Exemplos: