[GER-BI] 7.1 – Apostila

2) Sistema Cardiovascular:

Este sistema tem como principal função o transporte de substâncias pelo corpo. Essas substâncias podem ser nu­trientes (absorvidos pelo aparelho digestório), gases respi­ratórios, excretas (resultantes do metabolismo das células), hormônios, água e sais minerais.

a) Composição

Ele é formado pelo coração, vasos sanguíneos e o sangue.

Hemácias

Glóbulos Brancos

Plaquetas

Os vasos sanguíneos podem ser artérias, veias e capila­res. As artérias são os vasos sanguíneos mais grossos, e que levam o sangue que sai do coração para todo o corpo, sofrendo, portanto, maior pressão. As veias fazem o caminho inverso, trazendo o sangue do corpo de volta ao coração, e tem as paredes mais finas que as artérias, justamente por não sofrerem tanta pressão sanguínea. Já os capilares são os vasos mais finos, que conectam veias e artérias e são formados por uma única camada de célula. São nos capilares que ocorrem as trocas de substâncias entre o sangue e as células.

O sangue é formado por uma parte líquida, chamada de plasma, e outra parte sólida, composta por elementos figurados/celulares. O plasma, cuja composição é basica­mente de água (90%), tem a função de transportar, todos os elementos presentes no sangue.

Os elementos celulares do sangue são produzidos na medula óssea, podendo ser:

i) Hemácias: também chamadas de eritrócitos ou glóbulos vermelhos. Tem a função de realizar o transporte de gases (O2 e CO2) que se ligam a ela graças a presença da hemoglo­bina. Duram de 60 a 120 dias.

ii) Leucócitos: chamados de glóbulos brancos, desempe­nham a função de defesa do organismo contra agentes invasores (microrganismos). Atuam no sistema imunológico, gerando sempre um anticorpo específico para cada antígeno. Duram por volta de 5 dias.

iii) Plaquetas: são células especializadas no processo de coa­gulação sanguínea. Sempre que há uma ruptura nos vasos, elas atuam estancando o sangramento. Duram de 3 a 9 dias.

Para todos esses elementos, há uma quantidade considerada normal, sendo que qualquer alteração dos mesmos pode indicar algum problema, como por exemplo, infecção (aumento do nú­mero de leucócitos) e anemia (baixa quantidade de hemácias)

O coração localiza-se entre os pulmões, sendo protegido pela caixa torácica (costelas), e possui leve inclinação para o lado esquerdo, lado pelo qual sai sua principal artéria, a aorta. Possui quatro câmaras, sendo dois átrios na porção superior e dois ventrículos na porção inferior. O ventrículo esquerdo é a câmara mais grossa, pois é a que sofre maior pressão durante os batimentos cardíacos.

Os batimentos cardíacos são de dois tipos: sístole (contração das câmaras) e diástole (relaxamento das câmaras), e são controlados por um marca passo natural que localiza-se no átrio direito (nó sinoatrial).

Separando cada uma das câmaras têm-se as válvulas. Entre o átrio direito e ventrículo direito fica a válvula tricúspede, enquanto que separando o átrio esquerdo do ventrículo esquerdo, fica a válvula mitral.

O batimento cardíaco normal é por volta de 70bpm (batimen­tos por minuto), sendo que a elevação caracteriza uma taqui­cardia, enquanto que a redução é chamada de bradicardia.

Como todo músculo, o coração precisa de nutrientes, que são levados através das artérias coronarianas. Caso elas se entupam, com gordura em excesso por exemplo, pode-se desencadear um processo de infarto do miocárdio, compro­metendo partes ou a totalidade do coração.

 

b) Tipos de circulação

São dois tipos de circulação que ocorrem no corpo humano: pequena e grande circulação.

A pequena circulação ocorre entre o coração e o pulmão, ou seja, o sangue sai do ventrículo direito, passa pelas artérias pulmonares chegando ao pulmão, onde realiza as trocas ga­sosas e volta ao átrio esquerdo através das veias pulmonares.

A grande circulação ocorre quando o sangue sai do coração e vai para todo o corpo. Para isso o sangue, rico em oxigênio e nutrientes, sai pelo ventrículo esquerdo através da artéria aorta. Depois volta, através das veias cavas para o átrio direi­to, iniciando novo ciclo.